segunda-feira, 4 de abril de 2011

Combate ao Crack: Municípios alimentarão portal do Observatório da Crack


Prefeituras irão abastecer portal para combater o consumo do Crack

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) trabalha para lançar nos próximos dias o Observatório do Crack. O portal vai reunir informações sobre o consumo e a circulação da droga nos Municípios brasileiros. Elaborado pela entidade, o portal será abastecido com informações dos próprios prefeitos ou de outros servidores municipais. O anúncio foi feito pelo dirigente da entidade, Paulo Ziulkoski, durante o Diálogo Municipalista em Manaus na última quinta-feira, 31 de março.

Segundo Ziulkoski, a situação do Amazonas preocupa a CNM porque boa parte da matéria-prima necessária à produção do Crack chega ao País por meio de Municípios amazonenses. Muitos fazem fronteira com grandes produtores de cocaína do mundo. Ele afirma que esse ‘raio-x’, previsto pelo Observatório, será importante para mostrar como é o contato que a população amazonense tem com a droga.

“A matéria-prima de grande parte do Crack consumido nos principais centros do País passa pelos Municípios de fronteira do Amazonas e depois segue para preparo nos laboratórios clandestinos. O Brasil é conhecido por essa facilidade em obter os componentes químicos para a mistura”, destacou Ziulkoski.

Ele disse que o Observatório reunirá informações consolidadas para que os órgãos responsáveis elaborem os planos de combate ao uso da substância com mais eficiência. “Os problemas relacionados ao uso afetam diretamente as prefeituras e são os administradores municipais que têm mais contato com essa realidade. Nada melhor do que obter informações deles”, explicou Ziulkoski.

Iniciativa inédita
O Observatório do Crack é uma iniciativa inédita do Brasil, resultado da preocupação da CNM. Uma pesquisa da entidade, divulgada em dezembro do ano passado, apontou que 98% dos Municípios brasileiros enfrentam problemas relacionados ao consumo dessa droga. A maioria dos Municípios não possui um programa municipal de combate à proliferação do Crack e, além da falta de recursos, sofrem com a falta de orientações.

Marcha
O tema também deve receber destaque na XIV Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, encontro agendado entre os dias 10 a 12 de maio. Ziulkoski mostrará aos prefeitos como eles podem contribuir com o funcionamento do Observatório e pedirá a eles que ajudem a CNM a tornar o projeto uma iniciativa bem sucedida. 
 


Do Site da CNM

Um comentário:

  1. Olá blogueiro (a),
    O consumo de crack aumentou e é preciso a união de todos no combate contra a droga. O crack traz malefícios ao usuário, família e sociedade e atinge a todos independentemente do sexo, cor e classe social.
    Divulgue mais informações sobre o crack: http://bit.ly/bDGqGz
    Conheça os CAPS que estão espalhados em vários lugares do país para prestar auxílio aos dependentes: http://migre.me/2qkFl
    Siga-nos no Twitter: www.twitter.com/minsaude
    Mais informações: comunicacao@saude.gov.br
    Obrigado,
    Ministério da Saúde

    ResponderExcluir

É importante salientar, que as opiniões expostas neste espaço, não necessariamente expressam a opinião do blog DESPERTA CAAPORÃ.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...